Seguidores

terça-feira, 5 de março de 2013

O5/03 - DIia do Filatelita Brasileiro


Um pouco sobre o assunto

Autor: Marcelo Hideo Motoyama


O estudo e a coleção de selos postais são um dos passatempos mais praticados e populares em todo o mundo. Saiba o que é a filatelia e conheça o porquê desta ser uma forma de conhecimento que identifica e aproxima todo o tipo de colecionadores.
filatelia é um ramo do conhecimento que tem por objeto o estudo dos selos postais e/ou, paralelamente, o estudo de todas as formas de franquia utilizadas na circulação postal. A palavra filatelia resulta da junção de dois vocábulos gregos: philos + telos e os dois em conjunto significam o amor ao estudo dos selos.
A filatelia tem várias áreas de estudo que vão desde o aparecimento, evolução, diversificação dos selos postais e outras formas de franquia. Por outro lado, a filatelia revela toda a paixão dos que procuram descobrir e aprender a história “que se esconde” por detrás de um determinado selo postal.
                                  
O objetivo principal da filatelia passa por fazer coleções de selos e estas podem ser divididas em coleções tradicionais ou modernas, sendo que as últimas podem ser temáticas, de assuntos ou de motivos específicos. Uma coleção pode demorar anos a conseguir-se e essa é a magia principal que o filatelismo proporciona.
O ideal que une todos os filatelistas é a vontade de conhecer mais sobre um determinado lugar, acontecimento, objeto, pessoa ou país e os selos postais são uma das melhores formas de o fazerem.

A origem da filatelia

A origem da filatelia está ligada ao aparecimento do primeiro selo no mundo, o Penny Black. Ele começou a circular na Grã-Bretanha em 6 de Maio de 1840 e encontrava-se disponível nas taxas de 1 penny e 2 pence.
Esta medida surgiu na sequência de um plano de reforma postal e foi concebido por Sir Rowland Hill que era um dos membros do governo da época. Tratou-se de uma forma de obrigar o remetente a pagar antecipadamente a tarifa e o peso de uma carta, pois antes da criação do selo o pagamento da correspondência era da inteira responsabilidade do destinatário, o que originava um enorme número de devoluções.
Em poucos anos, o sistema de funcionamento dos correios sofreu alterações profundas em praticamente todas as nações do mundo. Em Portugal não foi exceção. No dia 1 de julho de 1853 foram colocados à venda os primeiros selos postais portugueses nas taxas de 5 e 25 reis, com a figura de D. Maria II.
As primeiras edições foram e continuam a ser históricas e têm um valor documental e material indescritível. Por exemplo, o selo mais caro dos Estados Unidos da América foi vendido recentemente pela módica quantia de 2,2 milhões de euros/5,20 milhões de reais e isso demonstra o poder económico que este setor apresenta.
A filatelia é mais do que um passatempo, é uma atividade que conta com milhões de adeptos em todo o mundo e representa uma indústria que movimenta muito dinheiro.

As principais características da filatelia

A filatelia é como uma arte que precisa de ser constantemente atualizada de forma a instruir cada vez mais o próprio conhecimento. Em comparação com as demais, destaca-se pelas características únicas que apresenta. São elas:
  • É uma pesquisa/estudo que gira à volta das particularidades mais variadas que envolvem o selo postal, desde a sua temática à imagem que nele está contida;
  • É uma coleção que pode assumir uma forma de recreação ou investimento pessoal;
  • A filatelia representa uma forma de união e aproximação entre pessoas totalmente diferentes;
  • É uma fonte permanente de conhecimentos sobre os mais diversos campos do saber: geografia, desporto, política e aspetos variados do universo sociocultural de cada região e/ou acontecimento;
  • É uma maneira de divulgar as belezas e as riquezas naturais que existem e podem ser encontradas num determinado país;
  • Permite o desenvolvimento do senso crítico e artístico e é um excelente recurso para uma melhor educação e formação individual.
                                   Os 10 Selos mais caros de sempre
                                        

                              
                                      



O Three-Skilling Yellow é o selo mais popular do mundo e isso deve-se ao facto de ser o mais caro de sempre. O selo foi vendido recentemente num leilão realizado em Genebra, na Suíça, e o seu proprietário não revelou o valor final da transação. Estima-se que o seu valor tenha sido superior a 1,82 milhões de euros/4,32 milhões de reais, valor recorde pelo qual tinha sido vendido em 1996.
O Three-Skilling Yellow foi emitido em 1855 na Suécia e o seu aparecimento foi acidental. A cor normal do Three-Skilling era verde, enquanto o Eight-Skilling era amarelo, mas, graças à troca de placas de impressão, o selo Three-Skilling saiu com a cor trocada e foi o único exemplar impresso com a cor amarela.

Blue Pence

                                              O Blue Pence é um dos selos mais raros de toda a história postal. Foi emitido nas Ilhas Maurícias a pedido da Irlanda e Grã-Bretanha em Setembro de 1847 e tem o custo aproximado de 876 mil euros/2.079 milhões de reais. O Blue Pence ficou conhecido por ter sido vendido com a gravação “Post Office”, que quer dizer “Correios”, em vez de “Post Paid”, que significa “Selo Pago”. Os selos que foram emitidos com esta “gafe” encontram-se nas mãos de filatelistas privados, mas também estão em exibição no Museu Britânico de Londres e no Museu Blue Penny das Maurícias


O Orange Penny é um dos selos mais famosos do mundo e também foi editado nas Ilhas Maurícias. A sua impressão, à semelhança do Blue Pence, foi ordenada pela Irlanda e Grã-Bretanha em 1847 e representou a série laranja de um penny. Este selo está avaliado em 790 mil euros/1.884 milhões de reais. O Orange Penny ficou conhecido pelo mesmo motivo que o Blue Pence, pela inscrição “Post Office” (Correios), em vez de “Post Paid” (Selo-Pago).

                                                  
O Black on Magenta foi um selo postal de 1 cêntimo que foi publicado em 1856 na antiga Guiana Britânica, hoje conhecida como República da Guiana. Devido à oferta insuficiente de selos na Guiana inglesa, e como uma solução de emergência, foi ordenada a emissão do Black on Magenta. A sua impressão foi feita por um jornal local e o papel utilizado era muito fraco e de baixa qualidade.

A única cópia do Black on Magenta foi descoberta por Vernon Vaughan, um escocês de 12 anos de idade (a idade não é um fator determinante na caracterização de um bom filatelista), enquanto lia as cartas de um familiar. Este é um exemplar único e foi vendido em 1980 pela módica quantia de 675 mil euros/1.594 milhões de reais, no entanto, não se consegue imaginar qual será o seu valor atual.

                                                  

 Franklin Z-Grill é um dos selos mais raros e valiosos em todo o mundo e foi impresso nos Estados Unidos da América (EUA), no ano de 1868. Este selo tem a característica única de ter pequenas saliências na parte de trás do papel que servem para absorver a tinta e comprovar a sua autenticidade. Esta foi uma técnica utilizada para impedir as pessoas de enganar o sistema postal da época, pois impossibilitava a realização de cópias. Atualmente, só restam dois exemplares e cada um está avaliado em 675 mil euros/1.594 milhões de reais, o que faz com que este seja um dos selos mais desejados do mundo.


O Inverted Jenny é um dos selos postais de referência em todo o mundo. Ele foi emitido no ano de 1918 pelos EUA e ficou conhecido por ser o erro mais famoso do sistema postal americano. Trata-se de um selo de 24 cêntimos que foi criado para homenagear o avião Curtiss JN-4 que fazia a entrega do correio postal pela via aérea. No entanto, no momento da impressão do selo, o avião saiu invertido. Na sequência do erro, algumas dezenas de selos foram publicados e, desde então, encontram-se espalhados por toda a parte. O preço de um Inverted Jenny situa-se por volta dos 650 mil euros/1.537 milhões de reais.

                                          
                                            
Os Hawaiian Missionaries foram os primeiros selos a serem emitidos no Havai e foram muito utilizados pelos missionários locais. Eles foram impressos no ano de 1851, nas denominações de 2, 5 e 13 cêntimos e o papel utilizado era de fraca qualidade. A sequência de dois cêntimos é a mais rara de todas as séries e restam apenas 16 unidades em todo o mundo. Um Hawaiian Missionairy inutilizado de 2 cêntimos tem o preço de 550 mil euros/1.300 milhões de reais, enquanto que um usado apresenta o custo médio de 163 mil euros/ 384 mil reais.

                                       

 Basel Dove foi emitido em 1845 pelo Cantão de Basileia, na Suíça, e ficou mundialmente conhecido por ter sido o primeiro selo a utilizar três cores. Durante este período, cada cantão emitia os seus próprios selos e este é o único selo emitido pelo Cantão de Basileia. Ele foi projetado pelo arquiteto Melchoir Berry e hoje é um dos selos clássicos mais belos e apreciados. Para todos os filatelistas que o queiram adquirir, podem fazê-lo por 13.172 euros/31.035 reais.




O Penny Black ficou conhecido por ser o primeiro adesivo postal em todo o mundo. O governo britânico lançou-o no dia 1 de Maio de 1840 e ele entrou em circulação no dia 6 desse mesmo mês. Independentemente do tipo de filatelia que se esteja a praticar, todos os colecionadores querem ter um exemplar do Penny Black, uma vez que o seu valor histórico e simbólico é enorme. Atualmente, um selo inutilizado tem o custo de 2.170 euros/5.113 reais, ao passo que um utilizado apresenta o custo médio de 145 euros/342 reais.

                                                                               

O Scinde Dawk é um dos selos mais famosos no mundo do filatelismo. Foi emitido em 1852, no Paquistão, e ficou conhecido por ter sido o primeiro selo pré-pago na Índia. Ele serviu de base à criação de um sistema postal único, onde existia uma taxa uniforme e regulável para todas as distâncias percorridas. Atualmente, o Scinde Dawk apresenta um custo médio de 1.150 euros/2.710 reais.


O 'Olho de Boi', impresso em 1843, foi o primeiro selo a circular pelo Brasil e o segundo país a emitir selos no mundo.

               

A ideia para a estampa do primeiro selo brasileiro, em primeiro momento, era reproduzir a imagem do imperador Dom Pedro II. Após muitas discussões, as autoridades concluíram que os carimbos dos selos acabariam afrontando a imagem da majestade.


O Brasil foi o primeiro país do continente americano e o segundo do mundo a emitir selos postais, com o objetivo de facilitar a correspondência entre diferentes partes do mundo.

A série 'Olho de Boi' circulou durante o período de um ano. Sua primeira impressão deveria ser de 6.000.000 unidades de 30 réis, porém sua tiragem ficou em 1.148.994. O de 60 réis teve como tiragem final 1.502.142 selos e o de 90 réis, 349.182.


O valor de cada selo correspondia à distância que a carta deveria percorrer. Os de 30 réis eram para distâncias curtas, de 60 para distâncias intermediárias e os selos com a impressão de 90 réis serviam apenas para correspondências internacionais.

Por ser um país que contribuiu com a história dos selos, o Brasil ganha destaque entre as comunidades filatélicas do mundo inteiro.


Curiosidades

>Filatelia: estudo dos selos postais, metodicamente colecionados. Paixão, mania, hábito, gosto de colecionar selos.

>No dia 03 de dezembro de 1839, uma lei inglesa estabeleceu a chamada 'reforma postal' e, em 06 de maio de 1840, a Inglaterra emitiu o primeiro selo postal do mundo.

>O primeiro selo emitido na Inglaterra reproduzia a figura da rainha Vitória, que na época regia o país. O selo ficou conhecido como 'Penny Black', ou 'Um Centavo Preto'.

>No Brasil, o Dia do Selo é comemorado em 1º de agosto, data da primeira emissão nacional.

>Depois do 'Olho de Boi', os selos mais conhecidos são 'Inclinados', de 1844; 'Olhos de Cabra', de 1850; e 'Olhos de Gato', de 1854.

>O Brasil começou a emitir selos comemorativos em 1900.

>Cada país tem sua própria data comemorativa, em celebração à data de lançamento.


Redação: Raquel Susin


            Para alegrar as amigas corinthianas

                                

2 comentários:

Por: Ivaldete Piunti disse...

Olá, tudo bem?
Conheci seu blog através do blog Agenda dos Blogs.
Sou IvaldetePiunti do http://oamoreetudo.blogspot.com.br e estou te seguindo.
Te convido a conhecer meu blog e a me seguir também.
Abs. Fica com Deus.

eunice4590@hotmail.com disse...

Seja bem vinda Ivaldete! Claro, já fui conhecer teu cantinho, e gostei do que vi, e se gosto sigo. Parabéns, e tenha um maravilhoso final de semana.
Bjs!